CONHEÇA MEU BLOG PAPO DE PROFESSOR...TE ESPERO LÁ!!!!
http:papodeprofessor.blogspot.com

Também estamos no Face book : "professores mediadores conectados" e " papo de professor"

segunda-feira, 13 de abril de 2015

O professor que não se atualiza destruindo talentos

terça-feira, 31 de março de 2015

domingo, 15 de março de 2015

PAPO DE PROFESSOR: Papa apoia professores :É uma lástima que os profe...

PAPO DE PROFESSOR: Papa apoia professores :É uma lástima que os profe...: "Papa: Es una lástima que los profesores estén mal pagados" Publicado 14 marzo 2015 Francisco criticou a situação dos...

Que professor Cristão é, se não amas os alunos difíceis?


Papa Francisco: ¿Qué maestro cristiano eres sino amas a los estudiantes difíciles?



Papa Francisco: Que professor Cristão é, se não amas os alunos difíceis?

O Papa concede uma audiência a associação de professores e lembra que o cristão deve amar os estudantes , com suas dificuldades e problemas."


Parafraseando um versículo : Jesus diria: “se você ama somente aqueles que estudam, que são bem educados, que recompensa tereis?" o Papa Francisco recebeu em audiência no sábado, março 14 membros da União Católica de Professores de Italiano, diretores , educadores e formadores de mídia (UCIIM, sigla em italiano). 

"Qualquer professor se dá bem com os bons alunos. Para vocês eu peço que  ame o mais "difícil", que não quer estudar, aqueles que estão em dificuldades, alunos com deficiência e estrangeiros, que são agora um grande desafio para a escola ", Insistiu o pontífice
A partir de seu discurso, o Papa recordou que tinha sido um professor como eles e disse: "Eu tenho ótimas lembranças." Precisamente porque tem antes de tomar os votos finais para ser Jesuíta  e havia sido professor  por quase oito anos. 

"Como Jesus nos ensinou, toda a Lei e os profetas se resumem em dois  mandamentos: Amarás o Senhor teu Deus e o amor ao próximo (cf. Mt 22,34-40). Podemos perguntar: quem é o vizinho para um professor? Os "outros" são os seus alunos! É com eles  que passa seus dias. São eles que esperam por orientação dele, uma direção, uma resposta - e, antes disso, boas perguntas ", enfatizou  ele.

O Papa Francisco lembrou aqueles momentos de "maestrillo", como são chamados os novatos antes de se tornar um jesuíta, criticou a dupla jornada e salários baixos que os professores enfrentam em vários países.
Ele citou o caso de seu país natal.

Além do texto preparado disse: É uma injustiça. Acho que o meu país, que é o que eu sei: pobrecitos (professores) para ter uma bom salário, deve fazer mais do que dois turnos!Como termina um professor  depois de uma dupla jornada? É um trabalho mal pago, mas bellísimo  ", concluiu.

 Em seguida, ele apresentou alguns elementos que caracterizam a ideia de uma boa , que se opõe às ideias reducionistas de sua missão na sociedade.
 "A escola é certamente uma educação válida e qualificada, importante nas relações humanas, que são relações por nós de acolhimento, a bondade, dirigido a todos sem distinção".

Na verdade, continuou ele, o dever de um bom professor - especialmente de um professor cristão - é amar mais intensamente aos seus, mais pobres ", os alunos mais difíceis mais fracos e desfavorecidos.

Por isso,  confirmo que o ensino é um "trabalho bonito", porque "você pode ver crescer dia a dia aqueles que  a nós e nosso cuidado foi confiado. É um pouco de "como ser pais, pelo menos espiritualmente. É uma grande responsabilidade!

"Ensinar - continuou é um compromisso sério que só uma personalidade madura e equilibrada pode assumir. Este compromisso pode ser assustador, mas - ele lembrou - nenhum professor nunca está sozinho "também conta com o apoio de seus colegas e da comunidade escolar.
Para isso, ele disse que era bom "sempre partilhar o seu trabalho com colegas e toda a comunidade educativa a que pertencem".

Em seu discurso, ele dirigiu-se aos professores cristãos para serem verdadeiras testemunhas. Então, ele os chamou a estar presente na periferia existenciais e subúrbios da escola.Para combater ,” a exclusão, a ignorância e a delinquência".
Em uma sociedade que luta para encontrar pontos de referência, é necessário que os jovens recebam  na escola exemplos e guias positivos.

O Papa pediu que os professores deem sentido à escola,ao estudo e  a cultura ", sem reduzir tudo apenas à transmissão de conhecimentos técnicos", incentivou a  buscar uma relação educativa com cada aluno. 

Assim, exortou os professores a acolher ,aceitar e amar os alunos pelo que são, com todas as suas limitações e potencialidades.Precisamente Francisco deu-lhes o exemplo de São João Bosco, enquanto o bicentenário do seu nascimento é comemorado este ano. Ele também indicou  aos professores cristãos, " a necessidade da  evidência de uma humanidade madura e completa" tão necessários.

Profissionalmente, ele disse que "é importante atualizar" as habilidades de ensino, especialmente à luz das novas tecnologias ", mas o ensino não é apenas um trabalho: é uma relação em que cada professor deve sentir-se totalmente envolvido como uma pessoa ,para dar sentido ao papel educativo em relação aos seus alunos. 

 Por fim, o Papa encorajou os professores presentes a renovar com paixão o homem no processo de formação e testemunho de vida e de esperança. Em seu discurso, ele estava feliz que os 70 anos da  associação dos professores que recebeu em audiência, disse que, além de celebrar, é importante fazer um balanço desses anos. 

Fonte :http://www.aleteia.org/es/educacion/noticias/papa-francisco-que-maestro-cristiano-eres-sino-amas-a-los-estudiantes-dificiles-5211482316865536